A prática docente concernente ao uso das Tecnologias da Informação e Comunicação no ensino fundamental

Computação

O uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) no auxílio das práticas docente, com ênfase na educação no ensino fundamental. Trata também da formação dos professores quanto ao uso dessas ferramentas tecnológicas.

índice

1. RESUMO

O presente trabalho aborda o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) no auxílio das práticas docente, com ênfase na educação no ensino fundamental. Trata também da formação dos professores quanto ao uso dessas ferramentas tecnológicas e de que forma possibilitam novas formas e métodos para o ensino aprendizagem dos alunos tanto no âmbito escolar, quanto familiar, social e cultural, visto que as inovações tecnológicas permitem um ensino com mais dinamismo, desde que os professores estejam preparados para inserção das TICs no ensino aprendizagem, aperfeiçoando suas práticas levando em conta o desenvolvimento dos discentes. Para alcançar o objetivo deste estudo foi realizada uma pesquisa de campo de cunho qualitativo, titulada como: "A prática docente concernente ao uso das Tecnologias da Informação e Comunicação no ensino fundamental". A questão norteadora deste estudo encontra-se voltada para a seguinte problemática: De que forma a prática docente pode contribuir para a educação de alunos do ensino fundamental quanto ao uso das Tecnologias da Informação e Comunicação? Tendo como objetivo geral investigar a prática docente do professor quando à educação do uso dos aparelhos tecnológicos. Os objetivos específicos estão voltados em compreender como ocorre o uso das TICs por alunos do ensino fundamental, descrever a prática docente em sala de aula quanto ao uso das TICs e identificar a prática do professor concernente ao uso das TICs e suas contribuições para a aprendizagem do aluno. O estudo foi baseado nas obras de Behenck e Cunha (2013), Oliveira e Moura (2015), Paiva e Costa (2015), Santori; Hung e Moreira (2016) entre outros. Usamos como instrumento para a coleta e produção dos dados a observação e questionário com perguntas abertas, onde os sujeitos da pesquisa foram três professoras do ensino fundamental de uma escola da rede pública do município de Floriano PI. As análises nos mostram que mesmo com os inúmeros desafios encontrados pelos docentes o uso das TICs na educação possibilita um desenvolvimento significativo dos alunos quando utilizadas de maneira consciente e coerente.

Palavras - Chave: Ensino aprendizagem. Formação docente. Prática docente. Desenvolvimento do aluno. TICs

2. ABSTRACT

The present work deals with the use of Information and Communication Technologies (ICTs) in the aid teaching practices, with emphasis on elementary education. The course is also a way of teaching tools and possible ways to form new ways and methods for teaching both schools, as well as family, social and cultural, as technological innovations for a dynamic. Teaching for higher education is not a teaching process, in view of the teaching of the students. For this study, a research was carried out, in qualitative field, titled as: "The teaching practice concerning the use of Information and Communication Technologies in primary education". The guiding question of this study is voltated for the following problematic: In what way a teaching practice can contribute to the education of fundamental education for the use of Information and Communication Technologies? To have general investigating the teaching practice when the education of the use of the technological methods. The specific objectives are focused on the use of ICTs by elementary school students, describe the practice of ICTs and their practices for student teacher learning. The work was based on the works of Behenck and Cunha (2013), Oliveira and Moura (2015), Paiva e Costa (2015), Santori; Hung and Moreira (2016) among others. An observation and an open-ended questionnaire was used as an instrument for collecting and producing data, where the subjects of the research were three elementary school teachers from a public school in the municipality of Floriano PI. The evaluations in the shows, even if they are in a biennial sense for the teachers of ICTs use in education, have enables a significant development of the students when used consciously and coherently.

Keywords: Teaching learning. Teacher training. Practice teacher. Student development. ICTs

3. INTRODUÇÃO

A inserção das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) na educação está relacionada particularmente com o papel das tecnologias na atual sociedade, com o surgimento de nova forma de organização econômica, social, política, cultural e educacional, com novas formas de trabalhar, comunicar-se, aprende, enfim, de relacionar-se e viver no contexto atual.

O uso da tecnologia na Educação se faz desde 1650 com instrumentos de madeira com impressos que era uma forma de ajudar as crianças a ler e escrever, na época colonial, tais objetos eram utilizados tanto na aprendizagem como para castigo físico, o Ferule e Horn-Book, eram instrumentos que adotavam uma educação punitiva, essas tecnologias surgiram com o surgimento dos processos de impressão e imagens.

Os avanços tecnológicos nas escolas surgiram desde 1960 até os dias atuais, com ferramentas tecnológicas como: calculadora manual, computador pessoal e de mesa, quadro interativo, entre outros. As TICs diferente do que se pensa, vão muito além de Tabletes, Smartphones, notebooks etc., e se fazem presentes no cotidiano dos alunos e na sociedade da qual fazem parte.

A tecnologia se faz presente na sociedade desde muito tempo, porém, ocorre um avanço nas quais essas ferramentas são aprimoradas para uma melhor utilização, em se tratando da educação esses recursos tecnológicos vem se aperfeiçoando para um melhor desempenho tanto dos professores quanto dos alunos, favorecendo uma troca de informações e uma comunicação mais abrangente.

Com o crescimento das ferramentas tecnológicas cada vez mais em evidência no nosso cotidiano, torna-se essencial que os professores estejam qualificados e atentos a esses avanços, para que assim possam tornar o ensino no que se refere às novas Tecnologias da Informação e Comunicação satisfatório e de qualidade no processo educacional. Importante ressaltar que as crianças desde muito cedo já passam a ter contato com essas ferramentas e tanto à família quando a escola tem o papel de orientá-las quando ao uso das mesmas.

É preciso que o professor esteja preparado para utilizar-se desses recursos no processo escolar, adequando-se e superando os desafios encontrados a fim de proporcionar aos alunos um ensino de qualidade, atendendo às dificuldades e habilidades dos discentes.

A questão norteadora deste estudo encontra-se voltada para a seguinte problemática: De que forma a prática docente pode contribuir para a educação de alunos do ensino fundamental quanto ao uso das Tecnologias da Informação e Comunicação? O objetivo geral é investigar a prática docente do professor quanto à educação do uso dos aparelhos tecnológicos. Desta forma a pesquisa tem como objetivos específicos compreender como ocorre o uso das tecnologias da informação e comunicação por alunos do ensino fundamental, descrever a prática do professor em sala de aula na educação do uso das Tecnologias da Informação e Comunicação e identificar a prática docente concernente ao uso das TICs e sua contribuição para a aprendizagem do aluno.

Para alcançar o objetivo deste estudo realizamos uma pesquisa de campo de cunho qualitativo, pois este tipo de pesquisa possibilita uma investigação a partir da prática docente do professor em sala de aula, onde usaremos como instrumento para a produção dos dados a observação e questionário com perguntas abertas, onde os sujeitos da pesquisa foram três professoras do ensino fundamental.

O estudo baseia-se nas obras de Behenck e Cunha (2013), Oliveira e Moura (2015), Paiva e Costa (2015), Santori; Hung e Moreira (2016) entre outros.

O interesse pelo referido tema surgiu pelo fato das tecnologias estarem cada vez mais presentes na vida das crianças, além das inúmeras vantagens que a mesma pode oferecer no processo educacional, bem como as desvantagens que pode ocorrer no que diz respeito ao uso sem que haja um preparo do professor e um acompanhamento desde o primeiro contato que a criança passa a ter com as ferramentas digitais e as mídias tecnológicas, bem como essas ferramentas são utilizadas por professores como instrumento metodológico.

No referido trabalho iremos abordar algumas contribuições e desafios na educação com uso das TICs, apresentando alguns conceitos, a importância da formação e capacitação dos professores para o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação onde abordaremos a educação e as novas tecnologias na educação com ênfase nos professores e alunos no processo educacional com o uso das TICs.

4. CONTRIBUIÇÕES E DESAFIOS NA EDUCAÇÃO COM USO DAS TICs

A escola e o professor que buscam com as TICs provocar mudanças precisam assumir um novo perfil e uma formação adequada para que possam utilizar as novas tecnologias de forma que contribuam para uma educação de qualidade. Embora esse cenário para muito seja desconhecido, para os alunos é algo que faz parte do seu cotidiano e utilizam de forma natural, pois o contexto atual encontra-se muito voltada para o uso de ferramentas e mídias tecnológicas. Segundo Bruzzi:

Uma tecnologia educacional como o computador ou a internet, por meio de recurso de rede interativas, favorecem novas formas de acesso à informação e comunicação, e amplia as fontes de pesquisa em sala de aula, criando novas concepções dentro da realidade atual, abrindo espaço para a entrada de novos mecanismos e ferramentas que facilitem as ligações necessárias a fim de atender ao novo processo cognitivo do século XXI. (BRUZZI, 2016, p.480)

A inclusão do ensino de informática no Brasil ocorreu com a importante e inovadora ação da LDB, uma decisão tomada através de toda a sociedade educacional brasileira. Com objetivo de inserir as novas tecnologias nas escolas foi lançado a partir de 1997 pelo governo com o Programa Nacional de Informática na Educação - PROINFO, programa que contemplou tanto o ensino fundamental quanto o ensino médio.

O Ministério da Educação conta também com outros programas que levam a tecnologia à sala de aula, como: ProInfo Integrado programa nacional de formação continuada em Tecnologia educacional, voltada para o uso didático pedagógico das TICs, o Banda Larga nas Escolas. o Banco Internacional de Objetos Educacionais portal para assessorar o professor, com recursos educacionais gratuitos em diversas mídias (áudio, vídeo, animação, imagem, etc.) que atende a todos os níveis da educação e diversas áreas do conhecimento e o UCA (Um Computador por Aluno).

A Câmara analisa projeto do Poder Executivo que institui a Política de Inovação Educação Conectada, em consonância com a estratégia 7.15 do PNE Plano Nacional de Educação, aprovado pela Lei nº 13.005, de 25 de Junho de 2014, com o objetivo de apoiar a universalização do acesso à internet em alta velocidade e fomentar o uso pedagógico de tecnologias digitais na educação básica. (BRASIL, 2017).

A Política de Inovação Educação Conectada tem como princípios ações como equidade das condições entre as escolas públicas da educação básica para uso pedagógico da tecnologia; autonomia dos professores quanto à adoção da tecnologia para a educação; estímulo ao protagonismo do aluno; amplo acesso aos recursos educacionais digitais de qualidade, entre outros.

O Brasil tem um grande histórico em inovações tecnológicas educacionais, mesmo com o progresso lento, escolas e professores utilizam algumas ferramentas no auxílio das aulas e atividades escolares. A presença das tecnologias no cotidiano pedagógico permite a participação dos alunos no processo da aprendizagem.

Iremos apresentar a seguir conceitos sobre Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), práticas docentes e o ensino aprendizagem dos alunos, voltadas para a educação no ensino fundamental quanto ao uso das ferramentas tecnológicas e mídias digitais.

4.1. TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação)

Quanto ao conceito de Tecnologias da Informação e Comunicação referidas como TICs são consideradas como sinônimas das tecnologias da informação (TI). Entende-se que TICs consiste de todos os meios tecnológicos que são utilizados como ferramentas de informação e que auxiliam na comunicação. Sendo utilizadas em vários setores, e encontra-se em grande evidência nos dias atuais.

TICs consiste em TI bem como qualquer forma de transmissão de informação, que correspondem e estão ligadas aos processos informacionais e comunicativos. Imbérmon (2010) salienta que:

TIC é um conjunto de recursos tecnológicos que, se estiverem integrados entre si, podem proporcionar a automação e/ou a comunicação de vários tipos de processos existentes nos negócios, no ensino e na pesquisa científica, na área bancária e financeira, etc. (OLIVEIRA E MOURA, 2013, p. 89).

Deste modo a Tecnologia da Informação e Comunicação consiste em recursos que possibilitam uma comunicação em vários âmbitos e em diferentes processos, podendo ser utilizadas na educação favorecendo no processo do ensino aprendizagem dos alunos bem como contribuindo na metodologia utilizada pelo professor. Se tratando de informação e comunicação na Educação, as TICs possibilita ao professor um melhor envolvimento dos alunos, já que as mesmas funcionam como recursos dinâmicos, interativos, que atraem a atenção dos alunos, pois por ser algo que faz parte do cotidiano dos alunos, onde muitos têm acesso a alguma ferramenta tecnológica, sentem-se mais motivados a participarem de atividades que envolvam mídias tecnológicas ou alguma ferramenta. Segundo Oliveira; Moura (2015).

Ensinar com as novas mídias será uma revolução, se mudarmos simultaneamente os paradigmas convencionais do ensino, que mantêm distantes professores e alunos. Caso contrário conseguirá dar um verniz de modernidade, sem mexer no essencial. A Internet é um novo meio de comunicação, ainda incipiente, mas que pode ajudar-nos a rever, a ampliar e a modificar muitas das formas atuais de ensino e de aprendizagem.

Nesse sentido é essencial que a formação docente seja trabalhada de maneira significativa e satisfatória no sentido de orientá-lo no que se refere ao uso das Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação, como o professor pode utilizar a tecnologia a favor do ensino aprendizagem dos alunos, como também aperfeiçoar e nortear as práticas e métodos utilizados pelo docente na sala de aula, na orientação dos alunos enquanto ao uso das TICs em prol do desenvolvimento cognitivo, social e cultural da criança.

A tecnologia pode ser um grande aliado no ensino, porém o uso dessa ferramenta deve ser ponderado e fiscalizado para que evite influência negativa e auxilie no desenvolvimento sadio da criança. Como nos aponta Oliveira e Moura (2013, p.78) “O termo TIC é a junção da tecnologia ou informática com a tecnologia da comunicação, a Internet é um ensinamento claro disso.” Desta forma pelo grande número de informação que se pode ter acesso com essas ferramentas é necessário um acompanhamento e instrução no que se refere o uso das TICs no ensino aprendizagem das crianças.

4.2. A importância da formação e capacitação dos professores para o uso das TICs

A visão que o professor terá da criança e do seu desenvolvimento cognitivo norteará muito na escolha das suas práticas, pois, se o professor pensa a criança como um ser passivo no processo do ensino aprendizagem, ou enxerga a infância como uma fase de pouca importância no desenvolvimento do ser humano, possivelmente suas práticas serão tradicionais e reprodutivas onde a criança não terá oportunidades de viver seu contexto atual e tão pouco contribuirão para a formação de um sujeito crítico e social.

Tendo em vista a criança como um ser ativo no processo da aprendizagem, como alguém com características próprias, ou ver a infância como uma fase inicial de grande importância na construção do ser humano ativo e crítico na sociedade da qual faz parte, o professor terá uma postura na mediação do conhecimento de forma a contribuir significativamente para o desenvolvimento do aluno e buscará levar para sala de aula práticas que valorizem as características das crianças.

“As crianças de uma forma geral, independentemente da classe social estão cada vez mais inseridas no mundo tecnológico, na verdade essa nova geração já é chamada de ‘nativo digital’, por nascerem nesse mundo avançado tecnologicamente.” (BEHENCK; CUNHA 2013, p.194). Desta forma, a prática docente pode contribuir para a educação dos alunos quanto ao uso das TICs, pois é algo que faz parte da realidade das crianças, como também atraem a atenção e desperta o interesse pelas atividades relacionadas à temática.

Entretanto é preciso que o professor esteja preparado para utilizar-se desses recursos no processo escolar, adequando-se e superando os desafios encontrados a fim de proporcionar aos alunos um ensino de qualidade e significativo, atendendo às dificuldades e habilidades dos discentes.

Utilizar-se de recursos tecnológicos no processo de ensino aprendizagem, torna-se cada vez, mas necessário, pois torna as aulas mais dinâmicas, atrativas, como proporciona aos alunos uma forma diferente de ensino. Para que de fato isso ocorra e se concretize de maneira que todos que estão envolvidos nesse processo sintam-se satisfeitos e beneficiados, a questão das TICs deve ser bem desenvolvida, a forma de ensinar e aprender podem ser beneficiados por essas tecnologias, como exemplo, a Internet, que oferece e traz uma diversidade de informações, mídias e softwares, que auxiliam na aprendizagem.

As práticas pedagógicas quanto ao uso dos aparelhos tecnológicos, devem levar em conta as dificuldades e os desafios que o docente enfrenta quanto ao uso das Tecnologias da Informação e Comunicação, e de que forma as supera para que o ensino não seja afetado ou insatisfatório, levando em conta suas práticas e metodologias em sala de aula no que se refere o tema.

Desta forma é de suma importância compreender como o professor do ensino fundamental utiliza a tecnologia a favor do ensino aprendizagem dos alunos, como também quais as práticas e métodos são utilizados pelo docente na sala de aula, na orientação dos alunos enquanto ao uso das TICs em prol do desenvolvimento cognitivo, social e cultural da criança.

De acordo com Paiva; Costa (2015) a tecnologia pode ser um grande aliado no ensino das crianças, diferente do que muitos pensam, e tanto nas escolas quanto em casa, no convívio familiar, o uso das mesmas deve ser ponderado e fiscalizado para que seja evitado influências negativas e não se torne uma ferramenta que prejudique o desenvolvimento sadio da criança.

Tanto a família quanto a escola têm, portanto a responsabilidade em orientar as crianças no que se refere o uso das tecnologias, para que as mesmas saibam usar as ferramentas e mídias digitais de maneira moderada, não afetando o convívio social, onde nos dias atuais as relações pessoais estão bastante afetadas e cada vez mais estreitas.

A escola precisa estar ciente do seu papel no processo educacional, no que diz respeito ao referido tema, desta forma os professores devem qualificar-se e estarem informados enquanto aos avanços das tecnologias bem como orientar de forma adequada os alunos para que os mesmos saibam utilizar essas ferramentas para uma melhor aprendizagem e desenvolvimento social dos alunos.

4.3. Educação e as novas Tecnologias da Informação e Comunicação

Uma educação de qualidade busca sempre o desenvolvimento do aluno, tanto no âmbito escolar, como social e cultural, desta forma é essencial que os educadores estejam sempre refletindo e avaliando o desempenho tanto dos alunos quanto das suas práticas.

Aliar as Tecnologias da Informação e Comunicação no processo de ensino e aprendizagem pode contribuir de forma significativa se usado de forma adequada pelos professores e alunos, buscando utilizar-se dessas ferramentas de maneira pedagógica.

Importante que os alunos estejam cientes quanto ao uso das TICs e preparados para utilizar dessas ferramentas para o seu desenvolvimento cognitivo e pessoal. “A inclusão digital não fica somente na vivência da criança ou do adolescente estudante na escola; ela transcende esse contexto e se amplia para a vida familiar e social.” (SANTORI, HUNG e MOREIRA, 2016, p.140).

Com a inserção das ferramentas tecnológicas e das mídias digitais, a educação passa a ter uma nova perspectiva para o ensino aprendizagem dos alunos, trazendo mais dinamismo e envolvimento dos alunos nas aulas e atividades propostas. Oliveira e Moura (2013) aponta que:

A incorporação das TICs deve ajudar gestores, professores, alunos, pais e funcionários a transformar a escola em um lugar democrático e promotor de ações educativas que transcenda os limites da sala de aula, instigando o educando a ver o mundo muito além dos muros da escola, respeitando constantemente os pensamentos e princípios do outro. O professor deve ser capaz de reconhecer as diferentes maneiras de pensar e as curiosidades do aluno sem que haja a imposição do seu ponto de vista. (OLIVEIRA e MOURA, 2013, p.81).

Para que a educação ocorra e promova um desenvolvimento significativo para os alunos, os professores precisam estar qualificados e preparados para desempenhar da melhor forma suas funções com objetivo de um ensino em prol da aprendizagem dos alunos, visando melhorar e qualificar a educação.

4.4. Professores e alunos no processo educacional com o uso das TICs

Quadro 1: Quadro de síntese

TÍTULO

AUTORES

OBJETIVO GERAL

METODOLOGIA

TIPO DE TRABALHO

RESULTADOS

A importância das Tecnologias da Comunicação e Informação (TIC) como ferramenta pedagógica na educação infantil e nas séries iniciais do Ensino Fundamental

Jean André de Souza, Eliene Maciel Cirilo, Nathalia Diogo da Silva, Maria Fernanda Caravana de Castro Moraes Ricci, Marianéa da Silva Figueira Rodrigues.

Investigar a importância das Tecnologias da Comunicação e Informação como ferramenta pedagógica no processo ensino-aprendizagem na Educação Infantil e nas séries iniciais do Ensino Fundamental

Pesquisa bibliográfica

Artigo

O professor não pode deixar de estabelecer objetivos e critérios ao utilizar este recurso, pois a utilização inadvertida não enriquece as aulas.

Ensinar com as novas mídias será uma revolução, se mudarmos simultaneamente os paradigmas convencionais do ensino.

Formação dos professores para o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação

Márcia Vergna, Antônio Silva.

Investigar a formação inicial e continuada dos professores para o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação na prática pedagógica

Pesquisa de campo

Artigo

Os dados indicam que a maioria dos professores não teve em sua formação inicial preparação para utilizar essas tecnologias como recurso pedagógico.

Quanto a formação continuada, a maioria afirmou já ter realizado capacitação

O uso das tecnologias da informação e comunicação na prática pedagógica da escola

Bernadete Terezinha Pereira

Investigar as práticas pedagógicas efetivas que conduzem à qualidade no processo de ensino e de aprendizagem pelo uso das Tecnologias da Informação e Comunicação

Pesquisa-ação de natureza qualitativa, por meio de pesquisa bibliográfica e estudo de caso. Adotou-se um questionário com questões fechadas e abertas.

 

Artigo

Verificou-se um bom empenho dos professores, no colégio pesquisado, buscando inovar sua prática pedagógica, através do uso das TIC´s, também se percebeu que alguns professores sentem dificuldades, outros ainda não trabalham com os recursos tecnológicos existentes na escola.

TICs na educação: A utilização das tecnologias da Informação e Comunicação na aprendizagem do aluno.

Cláudio de Oliveira, Samuel Pedrosa Moura

 

 

Discutir a utilização das tecnologias de informação e comunicação (TIC’s) no aprendizado do aluno; apontando o crescimento e os impactos em virtude do uso dessas tecnologias.

Pesquisa bibliográfica

 

Artigo

O estudo se justifica porque, na proporção em que se trazem à reflexão, informações sobre a utilização de informação e comunicação no aprendizado do aluno, sendo que, o mesmo, procura colaborar com a expansão e implementação dessas tecnologias do cenário educacional.

4.4.1. O uso das TICs na Educação

A amostra final desta revisão foi constituída por quatro artigos científicos, selecionados pelas especificações de inclusão previamente estabelecidas. Ressaltamos que os trabalhos selecionados para análise colaboraram significativamente para um melhor aprofundamento e entendimento da temática estudada a partir da visão de autores que discutem o referido tema.

Dos quatros artigos analisados, o primeiro “A importância da Tecnologia de Comunicação e Informação (TIC) como ferramenta pedagógica na educação infantil e nas séries iniciais do Ensino Fundamental”, apresenta-se como uma pesquisa desenvolvida no ano de 2017 e, que teve como objetivo geral investigar a importância das Tecnologias da Comunicação e Informação como ferramenta pedagógica no processo ensino-aprendizagem na educação Infantil e nas séries iniciais do Ensino Fundamental.

A metodologia segundo os autores realizou-se por meio de uma revisão de literatura da temática, baseando-se em renomados autores no referido assunto, adotando como instrumento para a produção de dados, livros e artigos científicos de renomados autores.

Os autores apontam as TICs e seus benefícios para a Educação e o papel do professor na utilização das mesmas. Segundo os autores a integração da Tecnologia da Informação e Comunicação na educação é algo novo e que vem crescendo e que por isto se tem questionado muito a respeito dessa nova ferramenta pedagógica, como forma de interação na educação, onde torna-se cada vez mais necessário que profissionais da educação se apropriem mais intensamente dos recursos e das ferramentas relacionadas às TICs.

O texto ressalta a importância de inserir novas tecnologias nos ambientes escolares, a fim de gerar ferramentas novas e pedagogicamente importantes para o rompimento com as paredes da sala de aula e da escola, fazendo assim uma integração da comunidade que a cerca e a outros espaços, onde as interações são potencializadas, criando novos espaços de aprendizagem, possibilitando uma conexão e consecutivamente uma aprendizagem por meio de diferentes contextos culturais, visões de mundo, criando novos espaços de aprendizagem, pois as crianças estão cada vez mais ligadas ao uso dos aparelhos tecnológicos.

Por meio do uso das TICs os professores podem aproximar os conteúdos estudados com a vida cotidiana do aluno, tornando a escola um ambiente mais interessante com vários tipos de fontes de informação e comunicação na produção e no aprendizado dos alunos, fazendo com que os discentes aprendam de maneira prazerosa, de forma lúdica e tornando o aluno um utilizador dessas ferramentas, capaz de utilizá-las-ás para a sua formação e aprendizagem.

No que se refere o papel do professor na utilização da Tecnologia da Informação e Comunicação, tais ferramentas só será útil quando os professores tiverem condições no que se refere ao uso das mesmas, pois não se trata de utilizar-se de qualquer forma, mas com acompanhamento consciente, sabendo interpretar, refletir e dominar criticamente a tecnologia.

Outro ponto está na capacitação dos professores, pois os alunos estão quase sempre familiarizados para a utilização das tecnologias, enquanto por outro lado as maiorias dos docentes não estão preparados ou qualificados. Destaca também que as aulas dadas tradicionalmente estão gerando desinteresse nos alunos, pois os mesmos atualizam-se de informações por meio dos aparelhos tecnológicos, e com o despreparo por meio dos professores, torna-se um desafio para os mesmos inteira-se com a cultura tecnológica para o processo de ensino-aprendizagem.

Como resultado, os autores afirmam que o professor não pode deixar de estabelecer objetivos e critérios ao utilizar os recursos tecnológicos, pois a utilização inadequada não enriquece as aulas, tornando-se um tempo inutilizado para a construção e troca de conhecimento e que ensinar com as novas mídias será uma revolução, se mudarmos simultaneamente os paradigmas convencionais do ensino, que distanciam professores e alunos.

A segunda publicação analisada refere-se à “Formação dos professores para o uso das tecnologias da Informação e Comunicação”, artigo desenvolvido no ano de 2018, o qual o objetivo geral centra-se em investigar a formação inicial e continuada dos professores para o uso da tecnologia da informação e continuação na prática pedagógica.

No referido trabalho, os dados foram obtidos por meio da pesquisa de campo, pois possui uma abordagem qualitativa, pois objetivou investigar a formação inicial e continuada dos professores. Com a coleta e análise de dados, levou os pesquisadores a uma abordagem quantitativo-qualitativa, uma vez que os aspectos quantitativos também foram abordados visando obter indicadores importantes para a realização da análise.

Os autores do referido artigo ao pensar na formação de professores ressaltam que é necessário perguntar: “Que competências e habilidades deseja-se que tenha o educando ao término da educação básica?” Desta forma a formação de professores deve levar em conta o tipo de aluno presente na atualidade para que as ações empreendidas no que se refere a formação do profissional da educação possibilite-o dotá-lo de conhecimentos e ferramentas que lhes permitam realizar um trabalho de acordo com os objetivos da educação no século XXI.

No referido trabalho os autores ressaltam a necessidade da formação de professores, prepará-los para dominar o uso do computador e de softwares útil para que sejam qualificados e preparados no uso das ferramentas tecnológicas como recursos em situação de ensino aprendizagem. A formação continuada dos docentes na integração dos recursos tecnológicos a prática pedagógica deve ser elaborada para que os profissionais tenham condições e conheçam os recursos sabendo como explorar e integrá-los à prática.

É preciso que na formação o professor adquira conhecimento básico de informática, pedagógicos, para que aprendam integrar a tecnologia da informação e comunicação a proposta pedagógica, que conheçam e saibam lidar com esse novo educando, revendo suas práticas e utilizando-se de maneira positiva das ferramentas tecnológicas, aproveitando as potencialidades dos equipamentos, atualizando-se constantemente pois o professor assume o papel de mediador no processo ensino aprendizagem.

O resultado da pesquisa mostra dados que indicam que a maioria dos professores pesquisados não teve em sua formação inicial uma qualificação ou preparo para usar as TICs como recurso pedagógico, os pesquisadores acreditam que esse seja um fato que colabora para que o computador e a internet sejam pouco utilizados pelo professor em sua prática pedagógica.

O terceiro artigo analisado “O uso das tecnologias da informação e comunicação na prática pedagógica da escola”, trata-se de um artigo em que a autora se baseou na percepção de que o desenvolvimento das TICs, traz ao processo de ensino e aprendizagem contribuições significativas no que se refere a utilização dos recursos tecnológicos ao ensino. O objetivo geral deste trabalho é investigar as práticas pedagógicas efetivas que conduzem à qualidade no processo de ensino e de aprendizagem, verificando a importância e qual a função dos recursos tecnológicos nesse processo.

Os procedimentos metodológicos segundo a autora se deram por meio de uma pesquisa-ação de natureza qualitativa, por meio da pesquisa bibliográfica e estudo de caso. onde utilizou-se como instrumentos para a coleta de um questionamento com questões fechadas e abertas, onde os sujeitos da pesquisa foram professores do Ensino Fundamental e Médio de um determinado colégio, localizado no município de Campo Largo.

Segundo a pesquisadora a decisão de refletir e investigar sobre a prática educativa a utilização dos recursos tecnológicos se deu pelo fato das tecnologias possibilita diferentes formas de atuação e interação entre as pessoas e ainda as motiva no processo, fazendo com que participem e interajam, melhorando o processo ensino-aprendizagem. Com a coleta dos dados a autora percebeu que no relato dos professores, houve um reconhecimento da importância do uso das TICs na prática pedagógica, mesmo que algumas vezes não ocorra de forma consciente com os objetivos e interação que deve ser feita.

A pesquisa aponta também que os recursos mais utilizados foram TV, pendrive, computadores e internet, segundo os professores no que se refere o interesse dos alunos, na aula que se utiliza as tecnologias, a maioria dos professores responderam que os discentes demonstram mais interesse no conteúdo trabalhado, que os alunos ficam mais disciplinados, enquanto uma pequena minoria relatou que não houve diferença na disciplina com o uso das tecnologias.

Os professores fizeram algumas considerações no que diz respeito o uso das ferramentas tecnológicas, onde houve um reforço nos conteúdos trabalhados, ampliando o conhecimento, as aulas ficaram mais interessantes e os alunos mais interessados e motivados, também relataram da necessidade de ter cursos para preparar e capacitar os professores para o domínio de programas necessários para produzir materiais e ressaltaram que as tecnologias na aplicação de conteúdos que necessitam de um melhor detalhamento.

Com a análise dos resultados verificou-se que os professores se empenharam, buscando inovar suas práticas pedagógicas, por meio do uso das tecnologias da informação e comunicação na melhoria do processo ensino-aprendizagem. Por outro lado, apesar de todo empenho, também se percebeu que alguns professores encontram dificuldades, outros ainda não utilizam os recursos tecnológicos existentes na escola para trabalharem no processo de ensino.

Na análise do quarto artigo TICs na educação: A utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação na aprendizagem do aluno trata-se de um artigo que teve como objetivo geral discutir a utilização das tecnologias de informação e comunicação (TICs) no aprendizado do aluno.

A metodologia utilizada se deu através de pesquisa bibliográfica. O estudo recorreu-se, sobretudo, a obras de especialistas no assunto, a coleta de dados foi realizada em materiais impressos e meios eletrônicos, sendo que as bibliografias selecionadas abrangem o período de 2010 a 2015.

O trabalho aponta que a sociedade está passando por mudanças e que as transformações acontecem devido às novas tecnologias de informação e comunicação, que vão se integrando aos poucos as atividades educativas, e que também trazem inúmeros impactos, atingindo diversas áreas sociais, e a educação não está isenta dessa mudança que ocorre por meio da tecnologia. Aponta também que a adaptação das escolas ao uso das TICs ainda é um desafio para alguns docentes, pois muitos não dominam as ferramentas tecnológicas.

O texto relata que a principal dificuldade de integrar as TICs no processo de ensino, é o fato de professores serem ainda apontados como detentores de conhecimento, e hoje diante das tecnologias que os alunos têm acesso, o professor tem papel de interventor dessa nova forma de ensino, dando suporte necessário ao uso adequado e responsável dos recursos tecnológicos. Desta forma, para que isso aconteça, o professor deve qualificar-se, buscando ainda em sua formação atualizar-se no que se refere às tecnologias que possam auxiliar em suas práticas pedagógicas.

As escolas devem utilizar-se das TICs como meios de aprendizagem no currículo escolar, pois podem ser utilizadas nos trabalhos extracurriculares, ou como complemento didático nas disciplinas, quando são articuladas a uma prática formativa que leva em conta os saberes que os alunos possuem, associando aos conhecimentos escolares, facilitam e são essenciais para a construção dos saberes, favorecendo aprendizagem e desenvolvimento, oportunizando melhor domínio na área da comunicação possibilitando que os mesmos construam e partilhem conhecimentos.

Os resultados encontrados pelos autores apontam que segundo os autores estudados as TICs devem sim ser utilizadas como ferramentas para apoiar o processo de ensino-aprendizagem, pois as mesmas, quando usadas de maneira consciente e de forma adequada gera aprendizagem significativa, aumentando a criatividade e motivação nos alunos, tornando a aula mais dinâmica e interativa; As tecnologias vêm para proporcionar uma educação de qualidade no processo de ensino aprendizagem, portanto havendo inúmeras vantagens quando utilizada de maneira organizada e estruturada, pois as Tecnologias da Informação e Comunicação são importantes como ferramentas pedagógicas na nossa sociedade.

5. ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS

Elegemos a pesquisa de campo de cunho qualitativo para alcançar o objetivo deste estudo, pois este tipo de pesquisa possibilita que possamos investigar a prática docente do professor em sala de aula com maiores detalhes e informações, podendo fazer uma análise mais consistente. Segundo Behenck e Cunha (2013, p.197).

[...] a pesquisa qualitativa permite analisar os aspectos implícitos ao desenvolvimento das práticas organizacionais, e a abordagem descritiva é praticada quando o que se pretende buscar é o conhecimento de determinadas informações e por ser um método capaz de descrever com exatidão os fatos e fenômenos de determinada realidade.

A pesquisa de campo nos possibilita maiores informações de forma mais detalhada, como também uma maior familiarização acerca do tema, onde iremos compreender como ocorre o uso das tecnologias da informação e comunicação por alunos do ensino fundamental e descrever a prática do professor em sala de aula na educação do uso das Tecnologias da Informação e Comunicação.

“De modo geral, durante a realização de uma pesquisa algumas questões são colocadas de forma bem imediata, enquanto outras vão aparecendo no decorrer do trabalho de campo.” (DUARTE, 2002, p.140). Neste sentido a pesquisa de campo torna-se tão importante na coleta de dados para que possamos compreender melhor os problemas enfrentados, as práticas docentes, os desafios enfrentados, entre outros.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A pesquisa foi desenvolvida em uma instituição de ensino fundamental no município de Floriano – PI, onde os sujeitos da coleta de dados foram três professoras do ensino fundamental. Utilizamos como instrumento para a produção dos dados a observação e como ferramenta aplicamos um questionário contendo nove perguntas abertas, desta forma, a descrição dos dados será mais detalhada e os fatos relacionados ao tema serão expostos com melhor precisão. Conforme Gerhardt; Ramos, Riquinho e Santo (2009, p.74).

Observação é uma técnica que faz uso dos sentidos para apreensão de determinados aspectos da realidade. Ela consiste em ver, ouvir e examinar os fatos, os fenômenos que se pretende investigar. A técnica da observação desempenha importante papel no contexto da descoberta e obriga o investigador a ter um contato mais próximo com o objeto de estudo.

Com a observação compreendemos como ocorrem os fatos e registramos os dados obtidos no que se refere à prática docente dos professores quanto ao uso das TIC’s, a fim de um conhecimento mais aprofundado da temática que investigada. A partir das observações a aplicação do questionário ocorre com mais eficiência, pois teremos um conhecimento prévio das práticas dos sujeitos da pesquisa, conhecimento prévio do campo e um planejamento do questionário de acordo com o que foi observado.

Utilizamos como instrumento para coletar os dados, o questionário que segundo Gil (2009, p.140) consiste na técnica de investigação na qual se utiliza questionamentos que são feitos aos sujeitos da pesquisa com a finalidade de obter informações sobre um referido assunto, na qual as perguntas são elaboradas a partir dos objetivos da pesquisa, todas as perguntas formuladas foram abertas pois segundo Andrade (2009, p.137) “As perguntas abertas dão mais liberdade de resposta, proporcionando maiores informações.” Como temos como objetivo descrever as práticas do professor se faz necessário que tenhamos informações disponíveis para uma análise consistente e detalhada sobre a referida temática. Conforme Gil (2009, p. 122):

Nas questões abertas solicita-se aos respondentes para que ofereçam suas próprias respostas. Pode-se perguntar, por exemplo: “Qual é ao seu entender o maior desafio que o SUS deverá enfrentar nos próximos anos?” oferecendo espaço para escrever a resposta. Esse tipo de questão possibilita ampla liberdade de resposta.

Para que os resultados da pesquisa sejam alcançados, é de suma importância que os dados coletados sejam satisfatórios, com o questionário com perguntas abertas buscamos da melhor forma colher dados que sejam significativos e venham a contribuir na construção e desenvolvimento do trabalho.

Os sujeitos da pesquisa têm mais liberdade para expressar seu conhecimento no que se refere o tema em questão, bem como possibilita que tenhamos maiores informações sobre o objeto da pesquisa, para que se possa ter uma melhor fundamentação e um conhecimento mais aprofundado sobre os fatos observados e coletados.

6. A INTEGRAÇÃO DAS TICs NA ESCOLA

Quadro 2: Quadro de análise

A prática docente concernente ao uso das Tecnologias da Informação e Comunicação no Ensino

Objetivo geral: investigar a prática docente do professor quanto à educação do uso dos aparelhos tecnológicos

Objetivos específicos

Eixos de análise

Indicadores

Compreender como ocorre o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação por alunos do ensino fundamental

Tecnologia da Informação e Comunicação

As TICs no processo educacional

Descrever a prática do professor em sala de aula na educação do uso das Tecnologias da Informação e Comunicação

Práticas docente

Métodos utilizados

Identificar as práticas docentes concernentes ao uso das TICs e sua contribuição para aprendizagem

Ensino aprendizagem

Desenvolvimento dos alunos

Fonte: Dados produzidos pela pesquisadora.

Todos os professores pesquisados são do gênero feminino, sendo a área de formação docente em Licenciatura Plena em Pedagogia e duas possuem pós-graduação em Psicopedagogia Institucional e Clínica, uma das professoras tem atuação de 5 anos e duas atuam a 1 ano e 4 meses.

Os sujeitos que contribuíram com nossa pesquisa foram três professoras do ensino fundamental 1º, 2º e 3º ano, priorizamos por mantê-las no anonimato e intitulá-las da seguinte forma: P1, P2 e P3.

Analisaremos os resultados dos dados atingidos na pesquisa que teve o objetivo de investigar a prática docente do professor quanto à educação do uso dos aparelhos tecnológicos. Os dados foram produzidos por meio da observação em sala de aula e aplicação de questionário com perguntas abertas.

Com a análise dos dados podemos organizar de forma que haja uma compreensão mais detalhada dos resultados obtidos na pesquisa. Diante disso iremos fazer uma breve descrição dos dados coletados, como também interpretá-los fazendo uma articulação com os autores que usamos como base na nossa fundamentação teórica.

A seguir iremos apresentar os dados obtidos na pesquisa e para um melhor entendimento dos resultados subdividimos a análise em três tópicos de acordo com os objetivos propostos.

6.1. Recursos tecnológicos utilizados pelas professoras

A fim de compreendermos como ocorre o uso das TICs em sala de aula, procuramos respostas sobre quais equipamentos tecnológicos à escola possui e quais estão a disponibilidade das professoras e alunos, como também quais costumam utilizar nas aulas e com que frequência. Nesses questionamentos obtivemos as seguintes respostas:

Data Show, computador (P1).

Por meio da observação constatamos que os recursos que estão à disponibilidade das professoras e os que são utilizados de fato são o Data show, como nos relata a P1. A utilização acontece de forma alternada, já que o mesmo é utilizado por todas as professoras da escola. Segundo Oliveira e Moura (2013, p.78): “Entende-se que TIC consiste de todos os meios tecnológicos usados para tratar a informação e auxiliar na comunicação”. Desta forma importante que a escola possua equipamentos para que os professores possam utilizar nas suas aulas.

Possui um laboratório de informática, porém os computadores não funcionam, os recursos disponíveis são Datashow e caixa de som (P2).

Verificamos que a escola disponibiliza de um laboratório de informática como nos relata a P1, e os equipamentos encontra-se com problemas técnicos inviabilizando o uso das ferramentas, o qual seria de grande aproveitamento no auxílio das aulas e atividades propostas pelas professoras. É neste sentido que Pereira (2010, p.6) argumenta:

As tecnologias estão a cada dia mais presentes em todos os ambientes. Na escola, professores e alunos já estão utilizando a TV, o vídeo, o DVD, o rádio, os computadores e a Internet nas práticas pedagógica, tornando o processo ensino-aprendizagem mais significativo.

Nesse sentido se torna importante que a escola tenha disponível recursos suficientes que venham a contribuir e auxiliar os professores no processo ensino aprendizagem visto que as mídias tecnológicas dinamizam o ensino quando utilizadas como ferramentas pedagógicas na educação. A P3 respondeu ao questionamento da seguinte forma:

Data show, caixa amplificada, computador (uso administrativo), impressora. (P3)

A escola disponibilizando apenas de um Datashow, caixa amplificada e um computador para uso administrativo como nos relatou as professoras, a escola organiza-se de modo que todos possam utilizar-se dos recursos que se encontram disponíveis para uso. Conforme a fala das professoras e por meio da observação feita na referida instituição, observamos que de fato esses são os recursos disponíveis na escola e que são utilizados.

Em uma de nossas perguntas procuramos saber quais os meios tecnológicos estão à disponibilidade para os professores e alunos, como também quais costumam utilizar nas aulas e com qual frequência.

Data show. O mesmo é utilizado uma vez por semana conforme o horário de disponibilidade para cada turma. (P1)

No que se refere a forma como utilizam os equipamentos, nos chamou a atenção como a P1 fez uso do Data show, a mesma repetiu por mais de três vezes o mesmo vídeo sem explorar o conteúdo exibido, onde observamos que a ferramenta substituiu a professora.

O uso das TICs não sendo utilizadas de maneira adequada pelo professor, dificilmente haverá um aproveitamento adequado e uma aprendizagem satisfatória. Conforme Paiva e Costa (2015, p.7): “Será através de sua prática docente que os alunos poderão ou não entender aquilo que foi passado.”.

Quando não se há um uso adequado das ferramentas e mídias tecnológicas, os conteúdos apresentados por meio desse recurso tornam-se apenas um entretenimento para os alunos. Não havendo um aproveitamento das TICs o ensino aprendizagem torna-se insatisfatório, pois é necessário um uso adequado para que os alunos possam aprender por meio da utilização das ferramentas tecnológicas melhorando o processo de ensino.

São utilizados o Data show e a caixa de som. Utilizo sempre na semana, em aulas como Ciências, Valores, Ensino da Geografia e História para trabalhar imagens mais contextualizadas com a realidade deles, no ensino de História apresentar as mudanças sociais. (P2)

Por meio da observação constatamos que a professora explora de maneira bem dinâmica o equipamento, envolvendo os alunos na aula e fazendo questionamentos sobre o assunto exposto, onde o conteúdo está relacionado com o que está sendo estudado no livro didático. Costa e Souza (2017) advertem: “As Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) proporcionam novas formas de reprodução de conhecimento no ambiente escolar. Ao inseri-las no processo busca-se um processo de melhoria contínua” (p.225).

Data show e caixa de som. Impressão, computador utilizo em casa. (P3)

No que se refere à utilização dos recursos é necessário que os professores tenham estratégias para utiliza da melhor forma os instrumentos disponíveis, buscando meios que contribuam para um ensino aprendizagem significativo. Em uma das observações na aula da P3 o Data show não funcionou, impossibilitando que a mesma exibisse um vídeo para os alunos, a professora utilizou apenas o áudio como recurso, e buscou explorá-lo junto com os alunos, e antes de apresentar explicou o conteúdo e pediu que os alunos ficassem atentos ao áudio apresentado. Santos, França e Santos (2017, p.3) destaca que:

Fica evidente a responsabilidade que o professor assume na vida de seus alunos, os desafios a serem superados serão muitos, pois ser professor diante da realidade atual não é fácil, entretanto deve-se sempre buscar práticas inovadoras, que valorize a importância de professor e aluno caminharem juntos. (SANTOS, FRANÇA E SANTOS)

Aliar as Tecnologias da Informação e Comunicação para um ensino aprendizagem que envolva os alunos e professores em um processo que supere os desafios existentes, requer do professor métodos que sejam eficazes e busquem uma aprendizagem de qualidade.

6.2. Características necessárias ao professor na utilização das TICs

A prática docente está muitas vezes relacionada a formação do professor e de que maneira procuram qualificar-se profissionalmente para desempenhar sua função com qualidade e satisfação em prol do ensino aprendizagem.

A capacitação dos professores no processo do ensino com a implantação das TIC’s torna-se essencial para que suas práticas sejam planejadas de modo que os aparelhos tecnológicos sejam utilizados como ferramentas de apoio nas aulas. As professoras participantes da pesquisa apontaram como se qualificaram durante sua formação pedagógica e formação continuada no que se refere o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação na educação:

No curso tive a disciplina Educação e multimídias de modo que as TICs são consideradas multimídias para o processo ensino aprendizagem. Através do curso de Informática básica e também com o contato direto com algumas TICs. (P1)

É de suma importância que os professores tenham práticas pedagógicas e postura renovadas diante do novo cenário que podemos observar na educação, com o uso das ferramentas tecnológicas é necessário que haja uma reciclagem de suas práticas e busquem qualificar-se para utilização desses recursos.

O professor deve está em constante observação em relação aos anseios e necessidades dos seus alunos. Mostrar-se aberto para opiniões e ideias que possam melhorar sua prática em sala de aula. Valorizando os saberes de seus alunos e compreender que cada um vive uma realidade diferente e que por esse motivo cada um pode aprender de maneiras e proporções diferentes é um fator importante para escolha da sua prática docente. (SANTOS, FRANÇA E SANTOS, 2017, P.8)

Renovar as práticas pedagógicas é de suma importância para que os professores possam adotar uma postura coerente na utilização das ferramentas tecnológicas, fazendo com que as mesmas auxiliam nas aulas, proporcionando mais dinamismo nas aulas e na explanação dos conteúdos apresentados, tornando a aula mais prazerosa e aperfeiçoando sua prática.

Não disciplina específica, mas disciplina como didática foi relatada a sua importância para com a aprendizagem, foi bastante significativa pois pude aperfeiçoar minha didática em sala e utilizar esse recurso como aliado no ensino aprendizagem. Já tinha conhecimento devido o curso de informática a qual tenho o técnico. (P2)

Uma boa formação docente é de extrema importância para que os professores tenham uma base para desempenhar suas funções de maneira adequada, sendo as TICs algo novo no ensino, a capacitação dos profissionais torna-se essencial para que os mesmos estejam aptos na utilização dos recursos tecnológicos.

Desta forma “Ao mesmo tempo em que o professor vai em busca de seu aperfeiçoamento ele também está procurando melhorias para que seus alunos compreendam melhor os conteúdos a serem trabalhados na sala de aula”. (SANTOS, FRANÇA E SANTOS, 2017, P.5). Em resposta a professora nos relata que:

Tenho curso técnico básico, sempre busco aprender mais sobre esses recursos, pois sempre busco utilizar atividades diferenciadas em minhas aulas. (P3)

Buscar meios de qualificar-se, fazer uma reciclagem profissional, desenvolver novas práticas, é fundamental nos dias atuais, visto que as transformações ocorrem tão rapidamente devido os avanços tecnológicos e a maneira como as informações encontram-se disponíveis ao acesso de todos. Os professores devem atentar-se aos avanços e utilizá-las a favor da educação e do desenvolvimento dos alunos. Em se tratando da importância das TICs como ferramenta pedagógica no processo do ensino aprendizagem, os sujeitos da pesquisa responderam da seguinte forma:

As TIC’s como ferramentas são importantes pois auxiliam no aprendizado em sala de aula, de forma satisfatória, por serem meios atrativos para as crianças. (P1)

A prática pedagógica concernente o uso das TICs enriquece significativamente o trabalho e as práticas docentes, pois auxiliam nas aulas trazendo um recurso dinâmico, lúdico e que atraem a atenção dos alunos se utilizados de forma adequada e que leve em conta a realidade dos alunos e suas vivências.

Vale ressaltar que a eficácia das mídias e dos aparelhos tecnológicos depende muito da forma com que o professor explora essas ferramentas nas aulas e como buscam fazer com que os alunos se sintam atraídos pelos conteúdos e motivados a participarem das aulas e atividades propostas.

É de extrema importância visto que aliada a objetivos de aprendizagem é um recurso lúdico e dinâmico que tira o aluno e o processo de ensino aprendizagem da monotonia. (P2)

Não basta apenas utilizar os recursos como forma de entretenimento e sim utilizá-los como um auxílio nas aulas para um ensino aprendizagem de qualidade. Muitos professores encontram inúmeros desafios para pôr em prática o ensino com a utilização das TICs. Para Santos, Hung e Moreira (2016, p.14):

[...] As inserções de novas tecnologias na escola e, consequentemente, nas práticas pedagógicas, por vezes podem ser dolorosas tanto para docentes quanto para discentes, provocando frustrações, receios, ansiedade, mau emprego dos recursos e ferramentas e ainda uma hibridização entre o público e o privado, entre o individual e o coletivo.

É notável a dificuldade que muitas instituições passam no que diz respeito a equipamentos tecnológicos para auxiliar no ensino aprendizagem dos alunos como também no que se refere às práticas pedagógicas com emprego dos recursos e ferramentas tecnológicas. Por vezes as escolas públicas dispõem de poucos equipamentos para o uso dos professores e alunos, outros casos na formação os professores não tiveram um preparo adequado para utilizarem da melhor forma os equipamentos.

A formação docente deixa muito a desejar na qualificação e preparo dos profissionais da educação no que se refere o uso da Tecnologia da Informação e Comunicação na educação, e quando essa temática é abordada e trabalhada na formação docente acontece de forma superficial ou de maneira insatisfatória. Saber explorar essas ferramentas é essencial para um bom aproveitamento dos recursos oferecidos, a P3 nos respondeu o seguinte em se tratando da importância das TICs como ferramenta pedagógica:

Muito importante pois, podemos utilizar várias formas no processo ensino-aprendizagem. (P3)

Oliveira e Moura (2013) nos apontam que a inserção das TICs no cotidiano escolar dinamiza o desenvolvimento do pensamento crítico criativo dos alunos e contribui para uma aprendizagem cooperativa, uma vez que possibilita a realização de atividades midiáticas que tornam os conteúdos mais interativos.

Inserir as Tecnologias da Informação e Comunicação no cotidiano escolar, bem como nas práticas docentes, enriquece de forma significativa o trabalho pedagógico, contribuindo para o ensino aprendizagem dos alunos se desempenhado corretamente e objetivando o desenvolvimento dos discentes.

6.3. TICs no Ensino-aprendizagem dos alunos

No processo do ensino aprendizagem é importante frisar a importância do aprender com experiência, interesse, aprender de maneira participativa, integrando a Tecnologia da Informação e comunicação no processo do ensino e no desenvolvimento dos alunos, buscando utilizar-se das ferramentas e mídias tecnológicas da melhor forma possível.

No questionário, buscamos respostas das professoras a respeito de que forma as práticas docentes das mesmas contribui para a educação e desenvolvimento dos alunos com a utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação, da qual tivemos as seguintes respostas:

Contribui para o desenvolvimento intelectual, através da leitura e escrita, também a percepção visual, auditiva, além do desenvolvimento motor por meio da imitação de gestos. (P1)

Como podemos notar nas respostas das professoras, percebe-se que o uso das TICs no processo do ensino aprendizagem colabora e enriquece suas práticas e a metodologia das professoras, tornando as aulas mais dinâmicas, melhorando a assimilação dos conteúdos, tornando os alunos mais perceptíveis visualmente e auditivamente.

Contribui para parte de socialização da turma visto que eles se tornam bem mais comunicativos ao comentar uma temática apresentada em vídeos por exemplo. Além dos conhecimentos serem assimilados por eles de maneira mais proveitosa. (P2)

Conforme Oliveira e Moura (2013, p.79) “As escolas devem fazer uso das TIC como novos meios de aprendizagem em todos os aspectos do currículo. Hoje as TIC são utilizadas em trabalhos extracurriculares, ou em disciplinas como complemento didático.” Utilizar as TICs nessa perspectiva contribui e favorece no desenvolvimento dos alunos, oferecendo um ensino aprendizagem de qualidade contribuindo para um ensino significativo.

Com a observação feita em sala de aula percebemos que as crianças participam de forma ativa das aulas, ficam atentas no que está sendo passado e há uma interação. Quando o professor utiliza ferramentas tecnológicas como: computadores, TV, Data show, áudios, etc. Os alunos tendem a ficar mais atentos, em alguns casos é possível que fiquem dispersos.

Na aplicação de vídeos, slides, jogos, músicas, leituras interativas, pesquisas etc. (P3)

Quando se faz um uso inadequado das TICs no processo de ensino aprendizagem, a eficácia deste meio torna-se insatisfatória, onde não há uma contribuição satisfatória para o desenvolvimento dos alunos. Em relação a este ponto perguntamos às professoras se os alunos ficam mais atentos ou dispersos e como isso é perceptivo:

Alguns ficam atentos, outros dispersos, ou seja, é relativo à personalidade de cada um. (P1)

Usar as TICs a favor do ensino aprendizagem dos alunos não é somente reproduzir mídias por meios de aparelhos tecnológicos, é necessário que haja um planejamento adequado, para que os recursos sejam usados adequadamente, auxiliando as práticas docente e contribuindo para uma metodologia mais dinâmica, trazendo mais autonomia para os alunos e aprimorando as práticas do professor. Nesse sentido Paiva e Costa (2015, p.7) enfatizam:

Diferente do que muitos pensam, a tecnologia pode ser uma grande aliada no ensino das crianças, tanto na escola quanto em casa. Mas, este uso deve ser ponderado e fiscalizado para que evite influências negativas e não se torne um mal para o desenvolvimento sadio de uma criança.

Para que o desenvolvimento dos alunos seja significativo no processo de aprendizagem com a utilização dos recursos tecnológicos é preciso que haja uma orientação e um planejamento por parte dos responsáveis, para que a utilização desses meios contribua para o ensino aprendizagem e seja utilizada de forma saudável. Como nos responde a P2:

Com objetivos alinhados os alunos ficam mais atentos às aulas expositivas. Se torna perceptível na sua concentração ao assistir por exemplo um vídeo lúdico, ou a ouvir atentamente um áudio, são aulas em que eles se tornam mais cooperativos e participativos. (P2)

Aliar a tecnologia para um desenvolvimento significativo dos alunos requer do professor uma prática adequada, inserindo os recursos tecnológicos para que contribuam no processo do ensino aprendizagem e possa ser favorável na educação dos discentes. Conforme Oliveira e Moura:

As TICs possibilitam a adequação do contexto e as situações do processo de aprendizagem às diversidades em sala de aula. As tecnologias fornecem recursos didáticos adequados às diferenças e necessidades de cada aluno. As possibilidades constatadas no uso das TICs são variadas, oportunizando que o professor apresente de forma diferenciada as informações. (OLIVEIRA; MOURA, 2013, p.78)

O uso das TICs pode contribuir significativamente no processo do ensino aprendizagem, pois por meio desses recursos o professor pode desenvolver uma aula que motive os alunos a participarem, mantendo-os atentos na exposição dos conteúdos e fazendo com que os mesmos busquem mais informações, pois por meio dos aparelhos tecnológicos o acesso se torna mais amplo, facilitando a autonomia e exploração de conteúdos por parte dos alunos. Em resposta sobre de que forma os alunos se comportam diante da utilização das TICs a professora nos relata que:

Ficam mais atentos e motivados a participar das aulas. (P3)

De acordo com Costa e Souza (2017) a utilização efetiva das tecnologias da informação e comunicação nas escolas torna-se essencial para que haja a inserção mais completa dos alunos no contexto escolar, bem como na sociedade que a cada dia se torna mais tecnológica.

Desta forma o uso das TICs na educação além de contribuir para o desenvolvimento dos alunos, os prepara para uma sociedade em que os meios tecnológicos estão cada vez mais presentes nos vários âmbitos da sociedade. Diante disso fizemos uma pergunta as professoras em relação ao desenvolvimento dos alunos, de que forma as ferramentas digitais contribuem nesse processo, as mesmas responderam:

Percebe-se que através das TIC’s uma criança aprende pelo fato de ser algo atrativo, diferente de uma aula tradicional. (P1)

O desenvolvimento dos alunos acontece à medida que as práticas docentes são desenvolvidas com objetivo de qualificar o ensino aprendizagem dos alunos, e que o processo acontece quando os professores utilizam as ferramentas tecnológicas pedagogicamente utilizando os recursos para que as aulas se tornem mais proveitosas. Pois como diz Oliveira e Moura:

É preciso compreender que a ferramenta tecnológica não é ponto principal no processo de ensino e aprendizagem, mas um dispositivo que proporcional a mediação entre educador, educando e saberes escolares, assim é essencial que se supere o velho modelo pedagógico é preciso ir além de incorporar o novo (tecnologia) ao velho. (OLIVEIRA e MOURA, 2013, P.80).

Precisamos entender que o professor primeiramente tem que ter uma formação adequada para que a inserção das TICs no ambiente escolar seja desenvolvida de maneira adequada permitindo transformar o processo de ensino mais dinâmico e superando as dificuldades e desafios encontrados pelos professores e alunos no que se refere o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação no ensino aprendizado e no desenvolvimento dos alunos.

Tornam os alunos mais cooperativos e ajuda na socialização e no desenvolvimento cognitivo já que recursos audiovisuais e outras tecnologias possibilitam aos alunos uma construção simbólica e lúdica do seu aprendizado. (P2)

A aprendizagem dos alunos torna-se mais prazerosa e dinâmica por meio das TICs visto que os mesmos vivem em contato diário com alguns desses recursos tecnológicos, e o acesso às informações podem ser feitas com facilidade e de forma instantânea. Para Oliveira e Moura (2013, p.79).

As escolas devem fazer uso das TICs como novos meios de aprendizagem em todos os aspectos do currículo. Hoje as TIC são utilizadas em trabalhos extracurriculares, ou em disciplinas como complemento didático. O computador ainda não é considerado um recurso do cotidiano para criação de pesquisa. Precisamos então começar a pensar no que realmente pode ser feito a partir da utilização dessas novas tecnologias, particularmente da Internet, no processo educacional. Para isso, é necessário compreender quais são suas especificidades técnicas e seu potencial pedagógico.

Mesmo que por vezes os recursos tecnológicos disponíveis nas escolas sejam poucos, quando explorados de forma adequada o processo da aprendizagem dos alunos tende a ser mais qualificado e interessante para os mesmos, tirando-os da mesmice e do total tradicionalismo, pois as mídias sendo inseridas nas práticas tradicionais podem contribuir no desenvolvimento cognitivo dos alunos.

Os recursos tecnológicos possibilitam um aprendizado mais dinâmico e lúdico, chamando a atenção dos alunos e estimulando a curiosidade, motivando-os a buscarem mais informações enriquecendo seus conhecimentos. Bem como nos relata a professora em uma de suas respostas:

A terem mais interesse na hora de responder as atividades propostas, desenvolvem melhor o conhecimento, o assunto flui mais rápido e melhor. (P3)

O desenvolvimento dos alunos depende da forma com que os professores desenvolvem suas práticas, pois é necessário que o uso das TICs seja coerente para com a aprendizagem, estando inserida de maneira adequada no ensino dos alunos, auxiliando os professores nas aulas e contribuindo de forma significativa no processo do ensino aprendizagem.

Entende-se que as Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) têm papel relevante em nossa sociedade e que a escola tem assumido o uso das mesmas como uma das maneiras pedagógicas de buscar, criar e divulgar conhecimentos e informações. As TICs podem servir de meio para se ampliar os saberes e para se criar novas formas de aprender e ensinar. É inegável que seu uso vem ampliando possibilidades comunicativas e educativas. (SANTOS, HUNG e MOREIRA, 2016, P.135)

O resultado da pesquisa aponta que a escola mesmo com poucos recursos tecnológicos consegue trabalhar com os alunos de maneira satisfatória, a escola disponibiliza de poucos instrumentos para que os professores possam desenvolver suas práticas com a inserção das TICs. No que se refere à formação das docentes estudadas não houve uma disciplina específica que lhes dessem uma base mais consistente sobre a temática em questão, porém, as professoras buscaram e/ou buscam outras maneiras para qualificar suas práticas e metodológico com a utilização das TICs.

Com todos os desafios existentes, é de suma importância ressaltar que o ensino aprendizagem dos alunos de fato torna-se mais motivador e interessante quando há um estímulo para que os mesmos sintam-se atraídos e motivados, levando em conta a realidade da escola no que se refere aos poucos recursos disponível na instituição às professoras desempenham suas práticas com a utilização das TICs de forma coerente, contribuindo para um ensino aprendizagem satisfatório, visto que com o uso das TICs é possível trabalhar de forma que os alunos sintam-se motivados a participarem ativamente das atividades e trabalhos desenvolvidos, buscando e compartilhando os conhecimento adquiridos, proporcionando autonomia aos alunos e agregando um universo que os atraem e despertam suas curiosidades.

Com a utilização das TICs os alunos têm mais liberdade para expressar seu conhecimento no que se refere o tema em questão, bem como possibilita que tenhamos práticas inovadoras, contribuindo para um ensino aprendizagem significativo e um desenvolvimento de qualidade dos alunos, incentivando uma aprendizagem com novos recursos e que possibilita uma forma mais abrangente do ensino.

Diante de todos os pontos analisados pode-se entender que o uso das TICs na educação contribui para o desenvolvimento e na participação dos alunos nas aulas e atividades propostas se utilizado de maneira adequada, e que apesar do pouco recurso disponível na escola e como acontece em muitas outras também, os professores desempenham da melhor forma seu trabalho docente. Com as Tecnologias da Informação e Comunicação no âmbito escolar atribuída com uma prática docente consciente e coerente no ensino aprendizagem, o desenvolvimento dos alunos ocorrerá com eficácia e qualidade.

7. CONSIDERAÇÕES FINAIS

O trabalho desenvolvido tenta abordar como as práticas docentes podem favorecer a educação na utilização das TIC’s, buscando despertar o interesse dos alunos para um uso consciente das mídias e ferramentas tecnológicas na educação, bem como o professor utiliza-se destes recursos para um ensino aprendizagem de qualidade.

As escolas têm um longo caminho a percorrer visto que há uma precariedade nos equipamentos ou até mesmo a escassez de ferramentas tecnológicas que possam auxiliar as aulas e atividades propostas pelos professores, outro ponto se refere à formação docente que deixa muito a desejar no que se refere à qualificação dos professores em sua formação docente.

A educação é um meio do qual os indivíduos buscam novos conhecimentos e procuram um desenvolvimento tanto profissional como pessoal, e a escola e seus professores são fundamentais nesse processo e, portanto precisam acompanhar as mudanças que ocorrem na sociedade, buscando melhorar a aprendizagem e o desenvolvimento dos alunos bem como buscar meios de qualificar suas práticas e métodos. Com isso, o uso das TICs como ferramenta pedagógica se torna muito importante, já que as tecnologias se fazem cada vez mais presentes na sociedade e no cotidiano dos alunos.

Com a inserção das Tecnologias da Informação e Comunicação na educação a escola e os professores podem utilizar métodos que desperte o interesse dos discentes na participação das atividades propostas pelos professores visto que tais instrumentos os motivam a buscarem informações e ampliam seus conhecimentos. Portanto o uso adequado das TICs na educação aprimora as práticas docentes e contribuí com um melhor desenvolvimento dos alunos com uma educação mais dinâmica e com inúmeras possibilidades na construção do conhecimento, produção e aprendizagem.

8. REFERÊNCIAS

ANDRADE, Maria Margarida de. Introdução à metodologia do trabalho cientifico: elaboração de trabalho na graduação. São Paulo: Atlas, 2009.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: Apresentação de citação em documentos. Rio de Janeiro: ABNT, 2014.

BRASIL (2017). Projeto de Lei nº 9.165, de 17 de novembro de 2017. Disponível em: http://www.camara.gov.br/proposicoesweb Acesso em 26.03.2019

BRUZZI, Demerval Guilarducci. Uso da Tecnologia na educação, da história à realidade atual. 2016.

BEHENCK, Viviane Pereira, CUNHA, Marion Machado. A influência das mídias digitais na educação infantil. 2013.

COSTA, Maiara Capucho, SOUZA, Maria Aparecida Silva de. O uso das TIC’s no processo ensino aprendizagem na escola alternativa “Lago dos Cisnes”. 2017

DUARTE, Rosália. Pesquisa qualitativa: Reflexões sobre o trabalho de campo. Rio de Janeiro, 2002.

FLÔR, Maria Rosilene Gomes. Educação infantil: Análise do uso das Tecnologias da Informação e Comunicação no processo pedagógico. II CONEDU Congresso Nacional de Educação.

GERHARDT, Tatiana Engel, RAMOS, Ieda Cristiana Alves, RIQUINHO, Deise Lisboa, SANTOS, Daniel Labernarde. Estrutura do projeto de pesquisa. Rio Grande do Sul, 209.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2009.

MARCONI, Maria de Andrade, LAKATOS, Eva Maria. Metodologia do trabalho científico: procedimentos básicos, pesquisa bibliográfica, projetos e relatórios, publicações e trabalhos científicos. São Paulo: Atlas, 2009.

NUNES, Mirian Abreu Alencar. Saberes docentes articulados no cenário da educação de jovens e adultos: Uma revisão integrativa. A prática da pesquisa no contexto universitário: a epistemologia numa abordagem crítica.1ª edição 2018

OLIVEIRA, Cláudio de, MOURA, Samuel Pedrosa. TIC’s na educação: a utilização das tecnologias da informação e comunicação na aprendizagem do aluno. 2015.

PAIVA, Natália Moraes Nolêto de, COSTA, Johnatan da Silva. A influência da tecnologia na infância: desenvolvimento ou ameaça? Portal dos psicólogos, 2015.

PEREIRA, Bernadete Terezinha. O uso das Tecnologias da Informação e Comunicação na prática pedagógica da escola.

SANTORI, Ademilde Silveira, HUNG, Elias Said, MOREIRA, Patrícia Justo. Uso das TICs como ferramentas de ensino aprendizagem. 2016

SANTOS, Monise Mota dos, FRANÇA, Vanessa de Souza, SANTOS, Leadro dos. Pratica docente na educação infantil: Relação do saber com a aprendizagem da criança. (2017)

SOUZA, J.A.; CIRILO, E.M.; SILVA, N.D.; RICCI, M. F.C.M. & RODRIGES, M.F. A importância das Tecnologias de Comunicação e Informação (TIC) como ferramenta pedagógica na educação infantil e nas series iniciais do Ensino Fundamental. Revista Mosaico. 2017 jul./dez.

VERGNA, Márcia e SILVA, Antônio. Formação dos professores para o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação. Revista Intersaberes. Vol.13 nº28 janeiro/abril de 2018

9. ANEXO

Prezado (a) senhor (a):

Você está sendo convidado (a) para participar, como voluntário, de uma pesquisa em educação. Antes de concordar em participar é importante que compreenda as informações contidas neste documento. Leia cuidadosamente o que se segue e pergunte ao responsável pelo estudo sobre quaisquer dúvidas caso as tenha. Após ser esclarecido sobre as informações a seguir e, caso aceite fazer parte do estudo, assine este documento impresso em duas vias. Uma delas é sua e a outra é da pesquisadora responsável. Em caso de recusa você não será penalizado (a) de forma alguma. Este estudo será conduzido pela pesquisadora Glaucijane do Nascimento Souza sob a orientação da pesquisadora responsável Professora Esp. Maria Edilene Vilarinho. Temos como objetivo analisar a prática docente concernente ao uso das tecnologias da informação e comunicação no Ensino Fundamental. Propomos a você, participar do questionário enquanto instrumento metodológico da pesquisa, com o direito de retirar o consentimento a qualquer tempo. As informações fornecidas por você terão privacidade garantida pelos pesquisadores responsáveis, preservando sua identidade.

Consentimento da participação da pessoa como sujeito

Eu, _______________________________________, RG nº _________________, CPF nº ___________________, abaixo assinado, concordo em participar da pesquisa como sujeito. Fui informado a respeito das informações que li, descrevendo o estudo - _________(título)_____________________________ participando da entrevista proposta para o processo da pesquisa. Declaro que obtive de forma apropriada e voluntária o Consentimento Livre e Esclarecido deste sujeito de pesquisa ou representante legal para a participação nesta pesquisa. Floriano (PI), ______ de ___________________ de ________.

 

__________________________________________

Assinatura do pesquisador responsável

10. APÊNDICE

Este questionário tem como objetivo coletar dados importantes sobre a prática docente concernente ao uso das Tecnologias da Informação e Comunicação no ensino Fundamental, para o trabalho de conclusão de curso da acadêmica Glaucijane do Nascimento Souza, do curso de Licenciatura Plena em Pedagogia da Universidade Estadual do Piauí, Campus Dra. Josefina Demes. Desde já agradecemos por sua colaboração e participação.

11. Questionário

1. Qual a área da sua formação docente e a quanto tempo atua na Educação?

2. Na sua formação docente houve alguma disciplina voltada para as TICs na Educação e seu uso como ferramenta pedagógica. De que forma foi significativa para seu desenvolvimento profissional?

3. De que forma você se qualificou ou qualifica-se para utilizar as Tecnologias da Informação e Comunicação como ferramenta na sala de aula?

4. Na sua concepção qual a importância das TICs como ferramenta pedagógica no processo do ensino aprendizagem?

5. De que forma as suas práticas com a utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação pode contribuir para a educação e desenvolvimento dos alunos?

6. Quais ou qual ferramentas tecnológicas a escola possui e quais estão a disponibilidade dos professores para trabalhar com os alunos?

7. Quais você costuma utilizar nas aulas, com qual frequência e de que forma?

8. Sobre o uso das ferramentas tecnológicas (computadores, TV, Datashow, áudios...) os alunos ficam mais atentos? Como isso é perceptivo?

9. Em relação ao desenvolvimento dos alunos, as ferramentas digitais contribuem de que forma?


Publicado por: GLAUCIJANE DO NASCIMENTO SOUZA

O texto publicado foi encaminhado por um usuário do site por meio do canal colaborativo Monografias. O Brasil Escola não se responsabiliza pelo conteúdo do artigo publicado, que é de total responsabilidade do autor. Para acessar os textos produzidos pelo site, acesse: http://www.brasilescola.com.