Topo
pesquisar

A Internet

Computação

Internet, a utlização da internet nos dias atuais, os principais usuários da internet, a evolução da internet, as aplicações da internet, a internetcomo canal de conversa.

O impacto causado pela tecnologia da informática no final do século XX só era comparável ao da revolução industrial. Em menos de meio século, os computadores alteraram o panorama mundial e trouxeram progressos a todas as áreas do conhecimento. Às vésperas do terceiro milênio, tornaram-se a base das redes de informação, que transformavam em realidade a profecia da "aldeia global" e desafiavam qualquer tentativa de previsão sobre os rumos do saber futuro.

Rede de informação é um sistema que conjuga a tecnologia dos computadores com avançados recursos de comunicação telefônica para interligar usuários e bancos de dados de todas as partes do mundo. Em 1995, a mais abrangente rede de informação mundial era a Internet, que crescia no ritmo vertiginoso de dez por cento ao mês e interligava 400 milhões de usuários em mais de cem países. Outras redes comerciais de informação são a American Online, pertencente ao jornal americano The New York Times; a CompuServe, da rede de televisão americana CNN; e a Prodigy, iniciativa conjunta de duas grandes companhias americanas, a IBM e a Sears.

A Internet foi criada pelo governo americano, no fim da década de 1960, durante a guerra fria, e propositadamente planejada para funcionar de forma descentralizada. A inexistência de um centro de comando permitia que o sistema se mantivesse funcionando de modo independente, mesmo no caso de um ataque inimigo à sede do governo. Essa característica, aliada à velocidade de expansão da rede, dificultava o cálculo do número exato de usuários.

As utilidades das redes de informação são inúmeras. Na Internet, que não tem dono, pelo preço de uma ligação telefônica local é possível consultar um livro ou documento nas milhares de bibliotecas disponíveis ao acesso à distância, ver reproduções de quadros que integram o acervo de dezenas de museus espalhados pelo mundo, ler revistas e jornais, comprar produtos, trocar informações pessoais ou profissionais com usuários de todo o mundo, conjugar trabalhos de pesquisa científica, fechar negócios etc.

Para se tornar usuário de uma rede de informação é preciso ter um computador, uma linha telefônica e um modem (aparelho que converte sinais de telefone em linguagem de computador e vice-versa). As informações -- letras, formas gráficas, cores, luzes, sons etc.-- são transmitidas na forma de bits, as menores unidades da linguagem dos computadores, que trafegam por fibras ópticas. São três os tipos de computador usados pela Internet. Os computadores chamados servidores são grandes fornecedores de informações e programas, e em geral pertencem a instituições. O segundo tipo são os nódulos, grandes máquinas com papel semelhante ao dos servidores, mas que também ajudam a escoar o tráfego de informações da rede. Finalmente, os computadores do terceiro tipo são os computadores pessoais dos usuários, em maior número que os demais.

Uma das principais aplicações da Internet é o correio eletrônico, ou e-mail (abreviatura de electronic mail), mais rápido e barato que o correio comum. Todos os usuários da rede têm seu endereço eletrônico, uma espécie de caixa postal, cujo formato obedece a um padrão. Ele é composto de um nome escolhido pelo usuário, acrescido do caractere (arrôba) e do nome do domínio onde está o usuário, sempre terminado por três letras, que o identificam como militar (mil), educacional (edu), comercial (com), organizações (org) etc.

Os usários da Internet também têm a sua disposição o mailing-list, um serviço de assinatura de artigos por temas de interesse. Alguns desses temas estão disponíveis também para consulta, mas não para assinatura, nos newsgroups, que integram a chamada USENET.

Os grupos organizam-se em categorias, identificadas por um grupo de letras, como sci, para ciência; rec, para lazer; soc, para sociedade; comp, para computadores etc.

A Internet conta também com um canal para conversas ao vivo entre até centenas de pessoas, simultaneamente. É o IRC, abreviatura do inglês Internet Relay Chat. Já com o Telnet, o usuário pode operar computadores à distância a partir de sua própria máquina. Existem ainda vários sistemas de "navegação", ou busca de informações, na rede. São eles o Gopher, o Wais e o WWW (abreviatura de World Wide Web, teia mundial), com recursos multimídia e uma facilidade de manipulação que permitiram popularizar os usos da Internet.

Aparentemente, o potencial oferecido pelas redes é ilimitado, com possibilidades de aplicação ainda não imaginadas. Algumas questões que suscitaram controvérsias são, por exemplo, a aplicabilidade das redes na educação, a veiculação de publicidade e o nível de interferência que deve ter o governo de um país sobre o intercâmbio de informações das redes. Em 1995, o governo americano privatizou o último tronco de fibras ópticas da Internet que ainda mantinha em seu poder. Simultaneamente, no Brasil, a Rede Nacional de Pesquisa (RNP), usada pelas universidades para conectarem-se à Internet, assumia a administração da Internet comercial, em caráter provisório, para que as empresas e instituições acadêmicas interessadas em prover acesso à rede pudessem se equipar


Publicado por: Soraya Grams da Silva

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Monografias Brasil Escola