Topo
pesquisar

Geografia

A Geografia é a ciência que estuda o espaço geográfico e a relação entre a sociedade e o meio. É no espaço geográfico que se estabelecem as relações humanas.
A Geografia é a ciência cujo objeto de estudo é o espaço geográfico e as relações nele estabelecidas.
A Geografia é a ciência cujo objeto de estudo é o espaço geográfico e as relações nele estabelecidas.

Geografia é, atualmente, a ciência que possui como objeto de estudo o espaço geográfico, espaço esse que é palco da dinâmica social, ou seja, das relações entre o homem e o meio. Em linhas gerais, a Geografia possibilita uma análise crítica da relação entre a sociedade e a natureza e, consequentemente, da produção do espaço geográfico.

Saiba mais: Produção do espaço geográfico

O que a Geografia estuda?

A Geografia é a ciência que estuda o espaço geográfico e as relações entre homem e meio que nele se estabelecem, como já salientado. O espaço geográfico encontra-se em constante transformação pelo homem. Vale ressaltar que é complicado limitar o que a Geografia estuda ou não, por ser uma ciência horizontal cujo campo de estudo é bastante amplo, mantendo relações com diversas outras disciplinas, transcendendo então o seu próprio saber.

É necessário também lembrar que a definição acerca do objeto de estudo da Geografia não é unânime entre os geógrafos. Essa ciência sofreu inúmeras transformações ao longo dos anos, impossibilitando que haja um consenso entre os estudiosos da área. Mas o que se sabe é que a Geografia é um estudo categorial, ou seja, compreende conceitos que definem a sua orientação, como o conceito de lugar, paisagem, região e território.

Leia também: Os dois principais tipos de paisagem

Qual o significado de Geografia?

Origem

Grega

Etimologia

“geo” = Terra e “grafia” = descrição

Definição

Era compreendida como um campo do conhecimento que descrevia os fenômenos que ocorrem na superfície terrestre.

Geografia como ciência

A Geografia sofreu inúmeras mudanças ao longo do seu processo de construção como ciência. Muitas dessas mudanças estão relacionadas a correntes filosóficas e aos processos históricos vividos pela sociedade.

Esse processo de construção da ciência geográfica permeou os conceitos-chaves que compreendem a disciplina. São eles:

espaço

lugar

paisagem

região

território

Esses conceitos-chaves, ao longo dos anos, foram objetos de estudo da Geografia. A Geografia Tradicional (1870-1950), por exemplo, privilegiava o conceito de paisagem e região como chave para o estudo da disciplina. Já na Nova Geografia (anos 50, período pós-guerra), o conceito-chave que passou a orientar os estudos geográficos foi o espaço.

Nesse período, a Geografia ainda não havia assumido um caráter crítico, portanto não se atinha aos problemas sociais. Surgiu, então, a Geografia Crítica, na qual se acredita que os geógrafos precisam engajar-se politicamente sem se desvincular da produção científica. Assim, o conceito-chave espaço passa a ser observado como meio social.

Nesse momento, surgiram também as correntes da Geografia conhecidas como humanista e cultural. Ambas apresentaram um novo conceito de espaço. Agora, o espaço é vivido, destacando-se nele as experiências e os aspectos subjetivos, por isso foi mudado também o conceito-chave. Lugar agora é o objeto de estudo da Geografia. O lugar, nesse sentido, representa a subjetividade, o cotidiano, a relação entre a sociedade e o meio, o então chamado espaço geográfico.

Leia mais: Impactos no espaço geográfico do Ártico

A Geografia divide-se em Geografia Geral e Geografia Regional, a fim de facilitar a compreensão do estudo geográfico.
A Geografia divide-se em Geografia Geral e Geografia Regional, a fim de facilitar a compreensão do estudo geográfico.

Ramos da ciência geográfica

A Geografia divide-se em alguns ramos. Contudo, é válido ressaltar que essa ciência não deve ser estudada de forma fragmentada, visto que as relações entre o homem e o meio são indissociáveis. Os ramos da Geografia apenas norteiam os estudos para facilitar a compreensão dos fenômenos, sejam físicos, sejam sociais.

As duas frentes principais da Geografia são:

Geografia Geral

Geografia Humana

Promove o estudo da interação entre a sociedade e o espaço, abrangendo aspectos políticos, socioeconômicos e culturais. A Geografia Humana subdivide-se em ramos, como:

1) Geografia Urbana: é o ramo da Geografia que estuda os espaços urbanos, os fenômenos como a urbanização, a dinâmica das cidades, os problemas nos grandes centros, bem como as relações do ser humano com esse espaço.

2) Demografia: é o ramo da Geografia que estuda a dinâmica populacional. Por meio de análises de índices demográficos, dados e estatísticas, é possível analisar a população de diferentes lugares e entender as características da sociedade.

3) Geografia Econômica: é o ramo da Geografia que estuda as atividades econômicas distribuídas no mundo todo. A Geografia Econômica analisa os setores da economia, as atividades industriais, comerciais e agropecuárias.

Geografia Física

Promove o estudo da dinâmica da Terra, dos fenômenos que ocorrem na superfície terrestre. A Geografia Física subdivide-se em ramos, como:

1) Climatologia: é o ramo da Geografia que estuda o clima e os padrões de comportamento da atmosfera. Por meio de fatores e elementos climáticos, é possível fazer uma análise dos climas no mundo todo.

2) Geomorfologia: é o ramo da Geografia que estuda as formas da superfície da Terra, ou seja, as paisagens. A Geomorfologia estuda aspectos como relevo, dinâmicas da litosfera e fenômenos geológicos.

3) Geografia Ambiental: é o ramo da Geografia que estuda as consequências das ações do homem sobre o meio ambiente, como as mudanças climáticas, o desmatamento, a poluição, entre outras.

Para saber mais sobre esse ramo, acesse os textos do Brasil Escola:

Geografia Regional

Estuda as regiões da Terra, de forma descritiva, a fim de entender as características e particularidades de cada uma delas.

Qual a importância da Geografia?

É primordial compreender a natureza das relações sociais e das relações entre o ser humano e o meio. É por meio delas que conseguimos analisar a dinâmica do mundo, dos povos e dos processos históricos que os influenciam.

A Geografia possibilita compreender não só as relações sociais mas também os fenômenos que ocorrem na superfície terrestre e como esses fenômenos afetam a população. Por meio dessa compreensão, podemos observar as diferenças entre os povos, sua localização, suas diferenças sociais, econômicas e políticas.

Leia também: Importância da Geografia

A ciência geográfica permite também analisar a relação entre o homem e o meio, observando como se dá o uso dos recursos naturais e como esse uso impacta positiva ou negativamente o meio ambiente. Tal análise permite também propor alternativas para preservar a natureza e impactá-la minimamente. Essa compreensão do espaço geográfico e das alterações provocadas pelo ser humano facilita a compreensão e um olhar crítico para analisarmos a nossa própria existência, permitindo visualizar situações futuras e a resolução de problemas.

 

Por Rafaela Sousa
Graduada em Geografia

PUBLICIDADE

A Educação Ambiental como meio para a retomada do equilíbrio socioambiental no bairro Caramujo

Aplicações de Sistemas de Informações Geográficas em Empresas de Saneamento

PUBLICIDADE

Dicionario de Geografia do aluno. O uso de termos, conceitos e expressões Geográficas no ensino fund

EROSÃO E SUAS IMPLICAÇÕES NA RUA JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS NO BAIRRO JD. DAS OLIVAS NO MUNICÍPIO DE GUARULHOS

Evolução urbana na Avenida Vinte e Oito de Abril no município de Ipatinga - Minas Gerais

Geografia e Futebol - o esporte como produtor de novos espaços urbanos

Os desafios do ensino de Geografia: trabalhando o conceito de Lugar e buscando novas abordagens através do bairro Vila Isabel, Três Rios - RJ

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Monografias Brasil Escola