Topo
pesquisar

Agricultura e Pecuária

Agricultura e pecuária são atividades que constituem o setor primário da economia. A agricultura refere-se ao cultivo de produtos agrícolas, e a pecuária, à criação de espécies animais.
Agricultura e pecuária designam duas importantes atividades econômicas do setor primário.
Agricultura e pecuária designam duas importantes atividades econômicas do setor primário.

Agricultura e pecuária são atividades econômicas pertencentes ao setor primário e representam, respectivamente, o cultivo de espécies vegetais e a criação de espécies animais. Essas atividades podem ser desenvolvidas de diversas maneiras e para diversos fins. Desempenham importantes papéis na economia, produzindo alimentos (de origem vegetal e animal) para atender à demanda alimentícia mundial.

Diferenças entre agricultura e pecuária

Diferenças entre agricultura e pecuária

O que é agricultura?

A agricultura representa o cultivo de espécies vegetais. Pode ser realizada em latifúndios e voltar-se para a exportação.
A agricultura representa o cultivo de espécies vegetais. Pode ser realizada em latifúndios e voltar-se para a exportação.

Agricultura corresponde ao conjunto de técnicas usadas para o cultivo de espécies vegetais. O responsável por realizar a agricultura é o agricultor. O que é produzido na agricultura destina-se ao mercado alimentício ou às indústrias como matéria-prima para outros produtos, como o algodão, que é transformado em tecido.

A agricultura pode ser realizada de diferentes maneiras, adequando-se às características do local onde é realizada e também ao mercado que consumirá os produtos cultivados. Divide-se em dois tipos segundo a extensão da área e a produtividade alcançada:

1. Agricultura intensiva: prática agrícola com muito capital investido, alta produtividade, mão de obra qualificada e alto nível de mecanização. É realizada em áreas de grande extensão, e a produção é destinada para a exportação.

2. Agricultura extensiva: prática agrícola com pouco capital investido, baixa produtividade, mão de obra rudimentar, além de não haver emprego de tecnologias avançadas. É realizada em pequenas propriedades rurais geralmente, e a produção destina-se ao mercado interno.

Leia também: Principais características da agricultura extensiva e intensiva

Outros tipos de agricultura

Agricultura familiar: é realizada por famílias, e a produção volta-se para a subsistência. A mão de obra é rudimentar, e o terreno é normalmente pequeno. A agricultura familiar é extremamente importante para a economia, pois representa 80% da produção de alimentos.

A agricultura familiar realiza em uma pequena propriedade rural diversos cultivos.
A agricultura familiar realiza em uma pequena propriedade rural diversos cultivos.

Agricultura comercial: também conhecida como agricultura moderna, representa o cultivo de um único produto agrícola cuja produção é voltada para o mercado externo. É realizada em grandes extensões de terra, possui alta mecanização e alta produtividade. Está associada a grandes impactos ambientais, como desmatamento, exaustão do solo e perda de biodiversidade.

A agricultura comercial é realizada em grandes propriedades rurais, com produção voltada para a exportação.
A agricultura comercial é realizada em grandes propriedades rurais, com produção voltada para a exportação.

Agricultura sustentável: corresponde a uma prática agrícola que visa à preservação do meio ambiente, gerando poucos danos a ele. Desenvolve ações como a diminuição do uso de agrotóxicos e de fertilizantes e captação e reúso da água.

O que é pecuária?

Pecuária corresponde à criação de animais, geralmente com finalidade comercial. A criação desses animais, além de abastecer o mercado alimentício, gera também matéria-prima, como a lã e o couro, para a produção e obtenção de subprodutos.

A pecuária pode ser realizada de duas maneiras:

1. Pecuária extensiva: consiste na criação de rebanhos numerosos em pastos sem tratamento especial, geralmente em áreas de grande extensão. Pode ser realizada tanto em áreas rurais familiares como em grandes latifúndios. Não há grandes investimentos de capital e tecnologia nesse tipo de pecuária. No caso da criação de gado, os animais são criados soltos e com certa liberdade, como é o caso do gado de corte.

A pecuária extensiva representa a criação de grandes rebanhos em grandes áreas, em um regime livre e sem tratamento especial.
A pecuária extensiva representa a criação de grandes rebanhos em grandes áreas, em um regime livre e sem tratamento especial.

2. Pecuária intensiva: consiste na criação de pequenos rebanhos em confinamento e apresenta tratamentos especiais. Essa prática utiliza diversas técnicas modernas, como manipulação genética e inseminação artificial, além de haver grande produtividade.

A pecuária intensiva consiste na criação de animais em confinamento e dá tratamento especial ao rebanho.
A pecuária intensiva consiste na criação de animais em confinamento e dá tratamento especial ao rebanho.

Agricultura no Brasil

A agricultura no Brasil tornou-se expressiva a partir de um processo de transformação na década de 1960, graças a uma estratégia que consistia na expansão do crédito rural para a modernização da agricultura. Em 1970, outro forte impulsionador da transformação da agricultura foi a criação de instituições de ensino e pesquisa voltadas para o campo, como a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), criada em 1973. Com essa modernização, a agricultura atingiu regiões consideradas impróprias para o cultivo, aumentando então a oferta de produtos.

Na década de 1980, era tarefa da atividade agrícola equilibrar a economia, gerando superavit (resultado positivo) comercial, visto que o Brasil enfrentava uma enorme inflação, agravada pela crise da dívida externa.

Saiba mais: Evolução da agricultura e suas técnicas

Na década de 1990, registrou-se um saldo positivo na balança comercial agrícola graças à abertura comercial. Desde então o agronegócio tem sido relevante para a economia do Brasil. A agricultura emprega cerca de 20% da mão de obra ativa do país, gerando empregos e diversas obras. A atividade agrícola abastece o mercado interno e o externo, produzindo cerca de 25% da renda das exportações nacionais, além de fornecer matéria-prima para a indústria.

Pecuária no Brasil

A pecuária no Brasil iniciou-se na região Nordeste, mas, em virtude da seca extrema, migrou para as regiões Sudeste e Sul do país. Nos dias de hoje, a produção concentra-se especialmente nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul. A criação de caprinos concentra-se no Nordeste. A criação de ovinos concentra-se no Sul e Nordeste. Os suínos e aves concentram-se no Sudeste e Sul do país. A criação bovina, por sua vez, concentra-se no Centro-Oeste, especialmente no estado do Mato Grosso.

Leia também: Pecuária na região Centro-Oeste

Há quatro décadas, o Brasil possuía um rebanho bovino com menos da metade do que possui atualmente. A produção não era capaz de suprir a demanda interna, bem como não era expressiva no mercado externo. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui o segundo maior rebanho bovino do mundo. No ano de 2017, o país contava com cerca de 226 milhões de cabeça de gado, correspondendo a 22,64% do total mundial. A pecuária ganhou um novo cenário e hoje é capaz de atender não só o mercado interno, como também o mercado externo, com carnes de boa qualidade.

A importância da agricultura e pecuária

A agricultura e a pecuária são atividades extremamente importantes não só para a economia, mas para a sociedade como um todo. A agricultura permitiu a fixação do homem em um lugar e sua posterior aglomeração em comunidades. A agricultura oferece o alimento, abastecendo o mercado interno e externo, e também matéria-prima para diversas produções industriais. O agronegócio é hoje uma das principais frentes da economia. Contudo, é válido ressaltar que o advento da prática agrícola trouxe também diversos problemas ambientais, visto que, para viabilizar a atividade, são necessárias áreas desmatadas, causando desiquilíbrio ecológico e perda de biodiversidade.

Leia mais: Agricultura e desenvolvimento sustentável

A pecuária é também uma importante atividade do setor primário e tem ganhado cada vez mais espaço na economia. A domesticação de animais e sua criação para fins comerciais são algumas das atividades mais importantes da economia brasileira, por exemplo. A pecuária produz não só alimentos de origem animal, como também matéria-prima para indústrias têxteis e de outros subprodutos. Assim como a agricultura, a realização da pecuária também requer áreas sem cobertura vegetal e irrigação, o que causa desequilíbrios ambientais.

Resumo

A agricultura e a pecuária são atividades de extrema importância para a economia mundial. Países como o Brasil têm a agropecuária como uma das suas principais atividades. Tanto a agricultura quanto a pecuária podem ser realizadas de diversas maneiras. A agricultura corresponde ao cultivo de espécies vegetais, e a pecuária, à criação de animais.



Por Rafaela Sousa
Graduada em Geografia

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Monografias Brasil Escola