Topo
pesquisar

Dicas para uma boa revisão bibliográfica

Regras da ABNT

Para conquistar os objetivos tracejados, planejamento representa palavra de ordem, razão da importância de algumas dicas para uma boa revisão bibliográfica.

Você, enquanto estudioso (a) e pesquisador (a), a partir do momento em que se dispõe a buscar acerca de algo, a analisar, observar um dado fenômeno, precisa traçar um norte, delimitar os passos, cujo intento é exatamente concretizar os objetivos traçados, as metas estabelecidas.

Dessa forma, entre tantos caminhos a serem percorridos, um deles parece denotar tamanha relevância, e por que não dizer indiscutível importância? Referimo-nos a nada mais nada menos que a chamada revisão bibliográfica. Ela, por sua vez, materializa-se por meio da pesquisa, pesquisa essa que nos engrandece, que nos torna mais aptos a discorrer acerca de um determinado assunto, que nos torna, sobretudo, hábeis a discernir, confrontar as ideias deste ou daquele autor, independentemente de qualquer que sejam os fins que se estabeleçam por meio de certa situação comunicativa.

Nesse contexto, sobretudo em se tratando do texto acadêmico, faz-se necessário que o leitor se sinta guiado desde os primórdios até à conclusão, perpassando todas as entranhas do texto, de modo a não se perder em nenhum obstáculo que porventura surgir. Diante desse fato, faz-se necessário uma busca, primeiramente, pelos aspectos teóricos que norteiam o assunto em discussão, pois isso dará sustentabilidade ao discurso.

Planejamento, essa é a palavra de ordem, haja vista que se assim não for, o risco de o pesquisador perder-se no meio do caminho torna-se ainda mais propenso. Tal procedimento, uma vez materializado, eis que é chegado o momento de aprofundar um pouco mais, saindo, pois, da teoria e buscando algo mais complexo, obviamente que todas as ideias buscadas se encontrem em total sintonia com aquelas de autoria do próprio emissor.  Assim, alguns passos parecem se apresentar como tracejados, tais como:

* Buscas em artigos publicados em periódicos internacionais e nacionais;

* Livros publicados por renomadas editoras;

* Teses e dissertações;

* Anais de conferências internacionais e nacionais.

Abarcando todos esses postulados, cabe afirmar que se torna relevante o fato de o pesquisador estar atento a publicações antigas, haja vista que a ciência se perfaz de inovações, de novas descobertas, razão pela qual não é muito aconselhável se apoiar somente em fontes com mais de dez anos publicadas. Somando ainda a esses pressupostos, ressalta-se a importância de o pesquisador, ao mesclar as informações que lhe são próprias com as de outros autores, procurar não fazê-la semelhantemente a um fichamento literário, no qual se evidenciam posicionamentos soltos, desconexos, fragmentados.

Em razão disso, torna-se importante mesclar ao máximo as ideias defendidas por este ou aquele autor, sobretudo de forma coesa. Assim, pressupostos elencados e postos em prática, você, juntamente com a ajuda de seu orientador (a), terá razões para atingir seus verdadeiros propósitos de forma significativa.


Publicado por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Monografias Brasil Escola