Topo
pesquisar

Capes

Regras da ABNT

A Capes fiscaliza as instituições de ensino superior, bem como fomenta outros programas, como é o caso de bolsas, entre outros auxílios.

Estabelecer familiaridade acerca dos pressupostos que norteiam a composição de um trabalho acadêmico é, sem dúvida, uma condição em que se encontra uma considerável parcela de graduandos  e pós-graduandos.  No entanto, além de se manter informado acerca das regras prescritas pela Associação Brasileira de Normas e Técnicas (ABNT), não é dispensável ter a oportunidade de conhecer um pouco mais acerca de tudo aquilo que se encontra atrelado à pesquisa científica como um todo, inclusive dos aparatos, benefícios, enfim, do suporte com que o público-pesquisador pode contar.

Acerca dessas razões, achamos conveniente e necessário deixá-lo informado sobre alguns pontos que se consideram como pertinentes, entre eles, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) que atualmente representa o órgão responsável pela criação, expansão e até mesmo fechamento dos cursos de mestrado e doutorado das universidades, sendo que a cada três anos, essa instituição se encarrega de avaliar com bastante critério alguns pontos fundamentais de cada instituição, tais como estrutura física e produção, ou seja, atuação e desempenho do corpo docente e discente. Assim, à medida que for constatado o bom rendimento dos cursos, automaticamente também melhoram os incentivos  e o conceito que se atribui à instituição em análise. Incentivos esses que se referem à implantação de cursos de doutorado, quando a instituição somente dispõe do mestrado, ampliação das linhas de pesquisa, enfim.

Com base nos critérios avaliativos e os resultados alcançados, além desses incentivos supracitados, equivale dizer que muitos outros são aplicados na área de fomento, como é o caso de bolsas de estudo, auxílios e apoios em geral. Por meio desses dois últimos, constata-se à disposição do pesquisador um portal de periódicos, os quais poderão em muito servir de sustentáculo, de embasamento para a produção científica deles.

Acerca dos traços históricos pelos quais perpassam a instituição em referência, cumpre dizer que desde 1951, ano de sua criação, mudanças distintas nela se operaram. Assim, depois de 57 anos, a Capes obteve a aprovação por unanimidade do Congresso Nacional (oficializada pela  Lei no 11.502/2007 e homologada pelo então presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva) da Nova Capes, que além dos incentivos de fomento já ressaltados, passa a fomentar também a formação inicial e continuada dos professores para a Educação Básica, controladas por duas diretorias - a de Educação Básica Presencial (DEB) e a de Educação Básica a Distância (DED). De acordo com tal implementação, mais 330.000 professores, oriundos de escolas públicas, estaduais e federais, podem ter o privilégio de iniciar os cursos de licenciatura e dar continuidade à carreira que escolheram.


Publicado por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Monografias Brasil Escola