Topo
pesquisar

Gripe Aviária

Biologia

Gripe aviária, o que é gripe aviária, como evitar a gripe aviária, sintomas da gripe aviária, transmissão da gripe aviária.

O que é?

Como todo o animal os frangos também sofrem de gripe. Eles costumam ser atingidos por várias espécies de vírus que em geral só atacam aves e não causam sintomas muito graves.

Nos últimos anos, porém, surgiu um novo tipo de vírus, muito mais perigoso, batizado de H5N1. Pra começar, ele é transmitido por aves migratórias, o que aumenta o perigo de propagação. Também é mais violento, podendo matar suas vitimas em poucos dias. O que mais assusta, no entanto, é poder atacar o homem.

Como surgiu?

A doença foi identificada pela primeira vez na Itália, há cerca de 100 anos. Acreditava-se que a gripe só infectava aves até que os primeiros casos humanos foram detectados em Hong Kong, em 1997. Na época, todas as aves - em torno de 1,5 milhão - foram mortas em três dias. Especialistas acreditam que a medida foi decisiva para conter a epidemia.

Como evitar?

  • Mantenha as aves saudáveis;
  • Tenha água e comida para as aves dentro do galinheiro; (para que elas não saiam atrás de alimentos).
  • Separe-as por espécies; (por exemplo, os patos, cisnes, e os gansos devem estar separados das galinhas).
  • Reduza o numero de pessoas que possa entrar no galinheiro; (porque elas podem trazer o vírus nas roupas e calçados, se tiverem aves doentes).
  • Mantenha o galinheiro fechado para que outras aves não entrem;
  • Lave as mãos e as solas do sapato com água e sabão antes e depois de entrar no galinheiro;
  • Se comprar aves mantenha-as longe das outra por uma semana. ( observe se não há sintomas da gripe)

Sintomas nas aves:

  • Cabeça inchada, crista e barbilhões azulados; (dizer o que é “barbilhões”).
  • Plumagem eriçada;
  • Sintomas nervosos;
  • Diarréia;
  • Associados à queda e produções de ovos;
  • Mortalidade elevada e súbita. (suspeitar da gripe se morrer em menos de 24 horas um nº. elevado de aves)

Transmissão:

  • Contato direto com a ave infectada; (principalmente fezes).
  • Através do ar;
  • Água, alimentos e roupas contaminadas.

Sintomas:

  • Febre alta;
  • Dores musculares;
  • Dificuldades e problemas respiratórios
  • Ressecamento da garganta;
  • Tosse;
  • Problemas oculares (conjuntivite)

(Os sintomas da gripe aviaria são semelhantes ao de uma gripe comum. Portanto se uma pessoa apresentar tais sintomas deve recorrer a um médico.).

Tratamento:

Não existe um tratamento capaz de curar uma pessoa infectada. A medicina ainda está criando varias vacinas que ainda estão em fase de teste. Existem apenas alguns remédios capazes de diminuir a intensidade da doença com o Tamiflu e o Relenza.

(Os remédios devem ser utilizados até 48 horas depois do contagio para melhor eficiência.).

Principais dúvidas:

1. O vírus resiste a qualquer temperatura?
Não. Geralmente ele predomina em temperaturas baixas. Sobrevive até mais de 30 dias a 0º. E só 4 dias a 22º. C.

2. Pode-se comer carne de aves?
Sim, depois que a carne é fervida não contém mais o vírus. Comer os ovos, derivados e frango assado também não oferece riscos.

3. É seguro dar comida aos pombos?
Sim, não há perigo algum.

4. E os canários, periquitos que criamos?
É só mantê-los em casa.

5. Animais infectados:
Todas as aves, mas principalmente os patos, frangos e perus são os infectados. Às vezes até os porcos são atacados.

6. Como as pessoas pegam à gripe aviaria?
Através do contato direto com as aves.

7. Existem quantos tipos de vírus?
Existem 15 tipos de vírus. Mas o vírus que ataca os humanos é o H5N1.

8. Por que os cientistas estão preocupados?
Há receios que uma pessoa que já esteja engripada (com a gripe humana), ao contrair a gripe aviaria crie um novo vírus que possa ser mais forte e ainda ser transmitido de uma pessoa para outra.

9. O que tem sido feito para conter o vírus?
Várias aves são sacrificadas para evitar que o vírus se espalhe

10. Qual a proteção necessária para lidar com as aves?
Respiradores, luvas descartáveis, vestimentas de proteção e óculos de segurança.


Publicado por: Gabriele Gonçalves

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Monografias Brasil Escola